Ver Imagem Lista

Estreou na TV em 2011, com a personagem Andrea, em Malhação. Desde então esteve em “A Vida da Gente”, “Em Família” e “BoogieOogie”Em 2016, teve destaque na série “Ligações Perigosas” e roubou a cena na novela “A Lei do Amor”. Em 2017, lançou o longas “Tamo Junto”, “O Rastro” e a série “Cidade Proibida”. Seu mais recente trabalho na TV foi como Maria, protagonista da supersérie “Onde Nascem os Fortes”.

Produtor, roteirista e ator é responsável por grande sucessos na TV e no cinema como “Cilada” e “Junto e Misturado”, “Muita Calma Nessa Hora” e “E aí, Comeu”. Atuou em novelas de sucesso como “Pé na Jaca”, “Cheias de Charme” e “A Regra do Jogo”. Em 2017, estreou a série “Filhos da Pátria”, de sua criação, a segunda temporada da “Escolinha do Professor Raimundo” e lançou o filme “Chocante”. Está em cartaz no teatro com o espetáculo “5X Comédia”.

Com mais de 20 anos de carreira, esteve em grandes sucessos da TV como “A Casa das Sete Mulheres”, “A Favorita”, “A Cura”, “Cordel Encantado”, “Império” e “A Regra do Jogo”. Ganhou destaque no cinema em “Onde Andará Dulce Veiga”. Participou da minissérie italiana “Di Padre In Figlia”. Em 2017 estrelou o espetáculo teatral “Forever Young” e, em 2018, “1984”. Atualmente está no ar como co-protagonista de “Malhação”.

Na TV, atuou em mais de nove novelas e séries dentre elas “Paraíso”, “Tempos Modernos”, “Avenida Brasil”, “I Love Paraisópolis” e “Felizes para sempre?”. No cinema, estrelou sucessos de críticas como “Se Nada Mais der Certo”, “Augustas” e “Entre Idas e Vindas”. Em 2017, lançou “Alguma Coisa Assim” e “Gabriel e a Montanha”, premiado no Festival de Cannes. Em 2018, lançou a série “O Macanismo”, da Netflix, da qual está gravando a segunda temporada.

Em 2014, estreou na Rede Globo como o jovem Comendador na primeira fase da novela “Império”. No ano seguinte, estrelou “Babilônia” e, na sequência, protagonizou a primeira fase de “A Lei do Amor” e “Novo Mundo”. No cinema, fez “Jonas” e “A Frente Fria que a Chuva Traz”, de Neville d’Almeida. Em 2015, lançou Aymoréco, seu projeto musical ao lado de Diogo Strausz. Em 2018, lançará cinco filmes: “Minha Fama de Mau”, cinebiografia de Erasmo Carlos, “O Banquete”, de Daniela Thomas, “O Sofá”, de Bruno Safadi, “Rasga Coração”, de Jorge Furtado, e “Domingo”, de Fellipe Gamarano Barbosa. Atualmente, está no ar em “Segundo Sol”.

Um dos principais atores de sua geração, estreou na TV na Malhação, em 2012. Na sequência fez “Geração Brasil”, “A Regra do Jogo” e “A Lei do Amor”. No cinema, dará vida a um jovem Pixinguinha na cinebiografia “Pixinguinha – Um Homem Carinhoso”, dirigida por Carlos Molleta. No teatro, estrelou obra infanto-juvenil “Alice no País da Internet” e protagonizou a premiada peça “O Jornal – The Rolling Stone”, dirigido por Lázaro Ramos e Kiko Mascarenhas. Atualmente, está no ar em Segundo Sol, novela das 21h da Rede Globo.

Em 2015, estreou na TV em “I Love Paraisópolis”, da Rede Globo. Na sequência, participou da novela “Os Dez Mandamentos” , da Record, e estrelou “3%”, primeira série brasileira da Netflix. Em 2017, estrelou a novela “Rock Story” e ficou em cartaz com o espetáculo musical “Rio Mais Brasil”. Atualmente, está no ar em “Segundo Sol”, novela das 21h da Rede Globo.

Em 1998, iniciou a carreira de ator com uma participação na minissérie “Hilda Furacão”, da Rede Globo. Foi protagonista do seriado “Na Forma da Lei”, em 2010, e da novela “Flor do Caribe”, em 2013. Em seguida, atuou em “Pecado Capital”, “Celebridade”, “Gabriela”, “I Love Paraisópolis” e “Sol Nascente”, entre outros sucessos. Seu mais recente trabalho foi a novela “Tempo de Amar”, da Rede Globo. Em 2018 filmou o longa “De Perto Ela Não é Normal”.

Em 2009, debutou no cinema em “À Deriva”, de Heitor Dhalia. Desde então, estrelou “E Aí… Comeu?”, “O Menino no Espelho”, “Serra Pelada”, “Rio, Eu te Amo” e “TOC”. Em 2016 protagonizou “Jonas” e atualmente se prepara para filmar “Maria Antônia: A Incrível Batalha dos Estudantes.” Na TV, participou de “Saramandaia”, “O Rebu” e da versão internacional da série “Supermax”. Em 2018, estrelou a série “Desnude”, do GNT, e irá lançar o filme “O Sofá”, de Bruno Safadi.  Desde 2012 é a única brasileira embaixadora da Chanel.

Na televisão, fez sua estreia em “Cama de Gato”, em 2009. Desde então atuou em “Clandestinos”, “Cordel Encantado”, “Avenida Brasil”, “Louco por Elas”, “Jóia Rara” e “I Love Paraisópolis”. Em 2016, estrelou o filme português “A Canção de Lisboa” e, em 2017, “Chocante”, de Bruno Mazzeo. Em 2018, filmou o longa “Coração de Leão”, ao lado de Leandro Hassum. Faz parte do elenco fixo do programa “Tá no Ar: A TV na TV”.

Tornou-se conhecido do grande público através do Porta dos Fundos. Com extensa carreira nos palcos, já estrelou mais de 30 peças. Em 2015, foi protagonista da série “O Grande Gonzalez”, na FOX, e participou do sitcom “Vai que Cola” enquanto esteve em cartaz com “Buraco da Lacraia Cabaré On Ice”, no Rio, e viajando pelo Brasil com a peça “Portátil”, que concorreu ao Emmy Internacional. Em 2017, participou da nova temporada do “Vai que Cola” e da série infantil “Valentins”, entrou em cartaz com o espetáculo “Gisberta”, aclamado pela crítica nacional e internacional. No mesmo ano, rodou seu primeiro filme solo “Carlinhos & Carlão”. Atualmente, está no ar em “Segundo Sol”, novela das 21h da Rede Globo.

Seu primeiro papel de destaque na TV foi Cássio, de “Caras e Bocas”, pelo qual recebeu o Prêmio Extra de Ator Revelação de 2010. Destacou-se também em “Ti Ti Ti”, “Fina Estampa” e “Gabriela”. Em 2013, com “Sangue Bom”, conquistou seu primeiro protagonista e, em 2014, protagonizou “Boogie Oogie”. Em 2016, protagonizou “A Regra do Jogo” e, em 2017, “A Força do Querer”. Em 2018, estrelou a supersérie “Onde Nascem os Fortes”, lançou seu primeiro longa “O Nome da Morte”, de Henrique Goldman”, filmou a série australiana “Tindelands” e protagonizará a série “Cidades Invisíveis”, ambas da Netflix.

Estreou no cinema em 2003, com “Cidade de Deus”. Em 2009, foi o primeiro protagonista negro de Malhação, em sua 16ª temporada. Em 2011, integrou o elenco de “Rebeldes” e ganhou o prêmio de Melhor Ator pelo Troféu Raça Negra 2011 e Melhor Ator Nacional no Capricho Awards. Entre 2009 e 2013, fez parte do grupo Melanina Carioca, e em 2014 lançou seu primeiro EP solo. Em 2017, de início a uma nova fase da sua carreira, adotando apenas o nome “Micael” e participou do programa “Dancing Brasil”. Em 2018, lançou o single “A Noite Toda”, produzido por Anitta que também é sua empresária. Atualmente está no ar como Lalá em “O Tempo não Para”, novela das 19h,

Com 35 anos de uma carreira cheia de sucessos em diversas frentes, é um dos grandes nomes da música e da dramaturgia brasileira atual. Foi vocalista dos Titãs por três décadas e fez parcerias com artistas como Cassia Eller, Roberto Carlos, Alexandre Pires, Sabotage, Johnny Hooker, entre outros. Seu mais recente álbum, “A Gente Mora No Agora”, está indicado para melhor disco do ano pela Billboard, APCA e Red Bull.

Estreou no cinema em “O Invasor”, de Beto Brant, pelo qual ganhou dois prêmios, assim como por seu trabalho em “É Proibido Fumar”, de Anna Muylaert. No teatro, protagonizou a peça “Chet Baker, apenas um Sopro”, em 2016. Na TV, foi jurado do “X Factor Brasil,” da Band, apresentador do “Extraordinários”, do SporTV, participou das séries “Sessão de Terapia”, do GNT, e “Sob Pressão”, da Rede Globo. Em 2018, estará na série “Assédio” e o filme “Como é Cruel Viver Assim”, de Julia Rezende.

 

Com dez anos de carreira, estrelou oito novelas na Rede Globo, entre elas “Caminho das Índias”, “Páginas da Vida”, “Cobras & Lagartos” e “Pé na Jaca”. Protagonizou a série “As Canalhas”, do GNT, e “(Des)Encontros”, da Sony. Em 2014, mudou-se pra Los Angeles para estudar e investir em sua carreira internacional. Em 2015, estrelou os filmes estrangeiros “The Long Home” e “Heal Heat”. Em 2017, lançou “O Matador”, da Netflix, “Zeroville”, dirigido por James Franco, o live-action de Pica-Pau e filmou o longa “Hotel Delire” ao lado de Marco Ricca e Bárbara Paz. Em 2018, lançará uma produção estadunidense: “The Pretenders” e lançou duas brasileiras: “Coração de Cowboy” e “Talvez Uma História de Amor”. Em 2019, estará na série “Coisa Mais Linda”, da Netflix.

Começou sua carreira na TV no seriado “Sandy & Junior” e desde então estrelou “América”, “Mandrake”, “Amazônia”, “Força Tarefa” e “Salve Jorge”. Em 2014, estreou como apresentadora no reality show musical “Superstar”, da Rede Globo, e estrelou a série “Amor Veríssimo”, do GNT. Em 2015, participou da série “Odeio Segundas”, do mesmo canal. No cinema estrelou “O Homem que Desafiou o Diabo”, “Cilada.com”, “Divã a 2” e “Amor no Divã”. Em 2016, apresentou “The X Factor Brasil”, da Band, e lançou o “Desengaveta”, no GNT. Em 2018, lançou a terceira temporada do “Desengaveta” e “Triplex”, seu novo programa.

Uma das mais importantes e influentes apresentadoras da TV brasileira e premiada atriz de cinema e teatro, prepara sua volta as telas, com o sucessor do “Esquenta!”, programa que apresentou entre 2011 e 2017, nas tarde de domingo da Rede Globo. “Programa Legal”, “Brasil Legal”, “Central da Periferia”, “Minha Periferia é o Mundo” foram alguns dos projetos concebidos e realizados pela artista. No cinema, atuou em 21 filmes, sendo seu mais recente trabalho “Que Horas Ela Volta”, premiado longa de Anna Muyleart, pelo qual ganhou dois prêmios internacionais.

Com mais de dez peças, cinco novelas e dois longas-metragens no currículo, o pernambucano ficou nacionalmente conhecido por seus personagens nas novelas “Cordel Encantado” e “Jóia Rara:, da Rede Globo. EM 2016, estrelou minissérie Ligações Perigosas e protagonizou a primeira fase de Velho Chico. Em 2017, protagonizou a superserie “Os Dias Eram Assim” e lançou o longa “Por trás do céu”, de Caio Sóh. Em 2018, chagará aos cinemas com “Legalize Já”, cinebiografia do Planet Hemp e filmará “Macabro”, trilher de Marcos Padro.